quem somos

QUEM SOMOS







O Casa Amarela 5B -Jornal Online surge da vontade de vários artistas, de, num esforço conjunto, trabalharem no sentido de criar uma relação forte com o público e levando a sua actividade ao seu conhecimento através do seu jornal online.

Este grupo de artistas achou por bem dedicar o seu trabalho pintorNelsonDias, https://www.facebook.com/pages/Nelson-Dias/79280420846?ref=hl cuja obra terá sido muito pouco divulgada em Portugal, apesar de reconhecido mérito na banda desenhada, a nível nacional e internacional e de várias vezes premiado em bienais de desenho e pintura.


Direcção e coordenação: Maria João Franco.
https://www.facebook.com/mariajoaofranco.obra
contactos:
franco.mariajoao@gmail.com
+351 919276762


Wednesday, January 4, 2017

RAVALUSI espaço de arte /// CONVITE


Monday, December 26, 2016

LINHA DA VIDA



LINHA DA VIDA

A partir de 27 de Janeiro na Galeria de Arte do Convento Espírito Santo, em Loulé
curador João Moniz









texto do catálogo


POR DENTRO DE NÓS, SUOR E LAMA
Escolhi, numa espécie de acaso, três pinturas de Maia João Franco, de entre um conjunto que vai ser exposto em Loulé. Vejo, com tenho visto antes, noutras horas de dor e desejo. Concentro o olhar naquele corpo ao alto, braços abertos a perder-se no escuro, um tronco poderoso que se abre à hibridez, escondendo o género na soturna zona do pubis. A pele emerge do escuro, está certamente morna, molhada de si mesma, do suor, da água ter salpicado o salto, um mergulho de pés sobre a lama apenas pressentida quando este ser (de nós) se repete olhando para cima, certamente sem ver nada na crise deste nosso interior como túnel do subsolo de qualquer grande cidade. O ventre distende-se, apetece espalmar ali a nossa mão, deslizando na liquidez híbrida da carne e da força.
Sabemos que tudo não passa de uma certa vontade alucinada, um corpo que nos visita porque nunca fomos capazes de o perder. Como naquele close-up do nosso olhar, partida d apelo e do ver, ainda e de novo num tempo sem luz solar, a massa de outro nu sem nome, enquadrado por cortes, mais visível à esquerda do que à direita, em agonia, fios de sangue escorrendo sobre a pele macerada ou de alguém que já não respira desde há muito, no mundo pesado e absurdo da globalização. Estas formas, afinal ainda passando por nós num milhar de anos depois
de um milhão.
A escolha leva-nos, no enjoo dos cheiros da morte e dos destroços, ao que, bem perto dos olhos ardentes, nos aparece como um rosto plasticamente estilhaçado, em contraste de escuro, ainda que não passe dos glúteos de certa luz bruxa atrás, água escorrendo pelos cabelos, suor ainda, chuva a lembrar o Blade Runer, nenhuma partida entretanto possível, há apenas quatro anos para viver e para morrer, fechando devagar os olhos entre o néon, o negrume em volta dos mercados, um olho à venda como o último sopro inimaginável de Deus. Tudo se parece com tudo mas Deus já não vê.
Rocha de Sousa / 2016






Sunday, November 6, 2016

"Guardião de Sonhos" Exposição Individual de Pintura de LUÍSA NOGUEIRA













"Guardião de Sonhos"


Exposição Individual de Pintura de LUÍSA NOGUEIRA, patente ao público no MAC – Movimento Arte Contemporânea,
3 NOV a 30 NOV de 2016
(contacto 962670532)
MAC - Movimento Arte Contemporânea
Rua do Sol ao Rato, 9/c, 1250-260 Lisboa
Lisboa .



“…Rolando sobre si mesmo, o grande pássaro sem asas, pousou no azul inconsciente do guardião do Templo. Hum! Bramiu este com voz rouca, soltando lamúrias que ecoaram nas transparências dos jardins secretos. Aqui, os cabritos selvagens, saltavam com eterna tristeza, ao som das harpas noturnas dos ventos do norte…”


Luísa Nogueira, uma das maiores pintoras surrelistas portuguesas, descaradamente escondida por debaixo dos véus construidos por eruditas palavras de uma neo - lobbista cultura que se passeia orgulhosa pelo corredores dos vários poderes ,construindo torres e teias de que só alguns conhecem os caminhos.
Curiosamente ,nesta muito personalizada pintura, perguntaríamos nós a Luísa Nogueira , que corredores percorre o seu imaginário , tão intrinsecamente belo misterioso.
Esta pintura ,por única, merece um profundo estudo estético e temporal.






















Thursday, October 6, 2016

HOMENAGEM AO GENERAL VASCO GONÇALVES PARA RESPEITO DAS NOVAS GERAÇÕES ÁS QUAIS O CONHECIMENTO DESTA FIGURA HISTÓRICA



Caros Colegas!
propomos em projecto uma HOMENAGEM AO GENERAL VASCO GONÇALVES PARA RESPEITO DAS NOVAS GERAÇÕES ÁS QUAIS O CONHECIMENTO DESTA FIGURA HISTÓRICA FOI NEGADO, a inaugurar no dia 25 de Abril de 2017
na ARC GALERIA em Faro (Director Dr José Mendes de Morais).
Para a homenagem propomos a participação com 3 obras (pintura,desenho ou escultura ou outra qualquer forma de expressão artística que vos seja adequada).
Desde já agradecemos a vossa colaboração.
Um MUITO OBRIGADA a todos!
Por Dr José Mendes de Morais,
Maria João Franco


(resposta por favor para franco.mariajoao@gmail.com)

Monday, September 26, 2016

RAVALUSI /ESPAÇO DE ARTE


               O "Ravalusi espaço de arte" está a caminho de dar inicio à sua partilha com os amigos que já aderiram ao Projecto Arte...

SILVESTRE RAPOSO - AS GRANDES INICITIVAS




Silvestre Raposo cria o ateliê, Ravalusi espaço de Arte, em Salvaterra de Magos e partilha-o com os seus amigos pintores, escultores, ceramistas, joalheiros, escritores. O Espaço é um ateliê aberto a todos os amigos artistas/autores que desejem participar no seu Projecto Arte. Projecto que envolve Exposições, Workshop, Apresentações e a criação de Gala para entrega a vários autores, do seu troféu de reconhecimento/mérito, inerente não só à carreira e obra por eles realizada, mas também como agradecimento pela colaboração prestada. 
Aquilo que para qualquer pessoa seria a realização do sonho de uma vida, para este Homem é só um passo mais, na sua realização como Ser humano.
Chegou a Salvaterra de Magos no verão de 2014 para visitar um amigo e ficou. Trazendo na bagagem uma sacola cheia de ideias prontamente as partilhou, fez proposta à Autarquia que levou a efeito, com a sua coordenação, a 1ª edição do Prémio Infante D. Luís às Artes na categoria de Pintura em 2016 e que em 2017 realizará a 2ª edição de Pintura e a 1ª de Escultura. Foi a ligação entre a Faculdade de Belas Artes e a Câmara de Salvaterra para assinatura de Protocolo de cooperação. Lançou em 2015 três livros, sendo um deles de poesia e fotos sobre Chefchaouen a cidade azul de Marrocos, cuja apresentação teve lugar na famosa Cabana dos Parodiantes, onde foi também moderador de debate sobre economia. Criou amigos e foi ficando, repartindo os seus dias entre Vila Nova de S. Bento e Salvaterra de Magos. Projectou e criou, o Memorial aos mortos da 1ª Guerra Mundial e Guerra Colonial, cuja parte escultórica também executou e, que, foi erguido em 2016 em Salvaterra de Magos. Trabalha as suas esculturas em Foros de Salvaterra na Firma Hélder Pires a quem agradece a amizade e disponibilidade. Sabemos que neste momento, entre outros projectos, trabalha em peças com destino a Mértola e Messines.
Dá aulas de Pintura/Desenho na Universidade Sénior de Salvaterra de Magos, em regime de voluntariado, tendo realizado aqui até ao momento, uma exposição individual na Galeria da Falcoaria Real e participado em duas no Edifício do Cais da Vala e outra no Batuke em Marinhais. Paralelamente participa em exposições colectivas em Coruche, Moita, Ponte de Sor, Biblioteca da FLULisboa, Vidigueira e uma Individual retrospectiva na Imargem em Almada.
Para uns, tanto trabalho parece impossível realizar, mas para quem convive com ele dia a dia percebe facilmente a sua enorme capacidade de trabalho e que consegue tudo isto e muito mais. Um dinamismo que a uns contagia e, que a outros incomoda, mas que a ninguém deixa indiferente. Um exemplo de dinamismo, de vontade de partilhar e realizar. Parabéns pelo exemplo e iniciativas. Desejamos que o seu Projecto Arte e demais iniciativas tenham o sucesso que merecem.
Salvaterra de Magos 25/09/16
A F

JOSÉ MOUGA DEIXOU-NOS

levou um pouco do mundo no seu olhar


Pintor José Mouga